Como a virtualização muda os padrões tecnológicos das organizações

By Laura Paulino

outubro 11, 2021
Virtualização

A transformação digital trouxe ao ambiente corporativo diversas soluções para gerar valor aos negócios.

As mudanças estão cada vez mais perceptíveis, principalmente no setor de TI, já que a tecnologia auxilia na tomada de decisões da empresa e na criação de estratégias que ajudam no crescimento.

A virtualização é uma das tendências mais fortes atualmente, já que ela traz diversos benefícios que vão muito além do lucro.

Mas afinal, quais são as mudanças que ela pode trazer para os padrões tecnológicos da sua empresa? E quais os principais benefícios? Continue a leitura para saber mais!

O que é virtualização?

A virtualização é um processo que permite a integração de meios físicos e virtuais, criando uma versão virtual de servidores e desktops, que poderão ser utilizados pelos funcionários da empresa ou ferramentas automatizadas.

Basicamente, é a tecnologia que possibilita o processamento de aplicações e sistemas operacionais na mesma máquina.

Por exemplo: um usuário utiliza o sistema Linux em seu computador, mas precisa de um software que está disponível apenas para Windows.

Devido à virtualização, esse usuário poderá executar uma versão de qualquer sistema operacional em seu computador, sem a necessidade de realizar a instalação fisicamente.

Virtualização de servidores e desktop: quais as principais diferenças?

É importante saber diferenciar a virtualização de servidores e desktops. Por mais que pareçam idênticos, há diferenças entre eles, principalmente em relação ao uso.

A seguir, veja as principais diferenças:

Virtualização de servidores

A virtualização de servidores é a repartição de um servidor físico em vários servidores virtuais. É a criação de uma versão virtual em um sistema de armazenamento.

Ou seja, é a técnica de execução de vários sistemas operacionais virtuais interdependentes em um único dispositivo físico.

Para você entender melhor sobre esse processo, vamos te dar um exemplo:

Há algumas décadas, para se comunicar com quem morava em outras cidades e estados, as pessoas enviavam cartas. Além disso, elas guardavam em suas próprias casas, vários documentos físicos, que, atualmente, também podem ser digitalizados.

As cartas que eram escritas à mão, foram substituídas pelos e-mails e mais tarde, pelas redes sociais.

A virtualização de servidores segue o mesmo conceito de transformação, mas vai um pouco além. Na era da tecnologia, as organizações passaram a digitalizar seus arquivos e documentos.

Mas agora, com dispositivos ainda mais rápidos e a aceleração do processo de transmissão de dados, tornou-se necessário virtualizar os servidores.

Com a virtualização de servidores, as empresas podem distribuir melhor as cargas e assim, otimizar a eficiência do servidor.

Virtualização de desktops

A virtualização de desktop é uma uma prática que utiliza uma máquina física para acessar arquivos e aplicativos que estão na nuvem. O dispositivo eletrônico que tiver acesso a esses dados poderá ser utilizado por outros usuários, já que tudo foi salvo no digital.

O ambiente do desktop e seus aplicativos são separados do dispositivo cliente físico para utilizá-lo.

Com a virtualização do desktop, as pessoas começam a gerenciar o sistema operacional em uma máquina ou um servidor à distância.

Quais os principais benefícios da virtualização?

A virtualização permite que novos modelos de negócio sejam otimizados no dia a dia.

Quer saber como ela pode mudar para melhor os padrões tecnológicos da sua empresa? Então confira os principais benefícios de sua implementação:

1. Segurança da informação

A virtualização de data centers auxilia as organizações a aumentar a segurança geral dos servidores.

Os provedores disponibilizam estruturas e ferramentas modernas para a recuperação de dados e segurança.

Dessa forma, as empresas conseguem lidar de forma mais eficiente com invasões no sistema.

Ou seja, a virtualização, também, traz vários benefícios para a diminuição de riscos aos quais os dados e informações estão sujeitos, como por exemplo, roubos, danos, etc.

Afinal, além da facilidade de recuperação de dados em caso de problemas, os recursos que foram virtualizados estarão protegidos por várias camadas de segurança.

2. Redução de custos

Reduzir custos é basicamente uma questão de sobrevivência para as empresas.

A boa notícia é que a implementação e o gerenciamento dos recursos virtualizados é um processo simples, pois o provedor do serviço cuida de detalhes técnicos e da manutenção.

Ou seja, ao invés de fazer com que colaboradores tenham que se preocupar com uma infraestrutura robusta, a empresa irá pagar apenas pelos recursos que utiliza.

Desse modo, torna-se possível reduzir consideravelmente alguns dos gastos que a organização possui.

Outra vantagem desse processo em relação a redução de custos, é que por causa dele, não é mais necessário manter vários dispositivos internos, reduzindo assim, os custos com energia elétrica e locação de espaços físicos.

3. Automatização de processos

Graças a essa tecnologia, a sua empresa pode automatizar vários processos que antes eram realizados de forma manual.

Desse modo, os funcionários de TI se tornarão mais ágeis, pois terão mais tempo para se preocupar com outras atividades importantes e estratégicas da empresa.

A automatização de processos é uma das melhores formas de aumentar a produtividade dos colaboradores, independentemente do setor em que eles atuam.

Afinal, com a automatização de tarefas, os funcionários deixam de passar horas lidando com processos manuais e repetitivos, que pouco agregam para a empresa.

Desde que conectados a uma rede de internet e devidamente autorizados a acessar as ferramentas, os profissionais de TI vão poder agilizar e concluir suas tarefas independentemente do local em que estejam.

4. Recuperação ágil

Quanto mais tempo um data center demora para se recuperar de uma parada, maiores serão os prejuízos para a organização.

Aliás, um data center físico exige um conjunto de servidores devidamente configurados de acordo com a estrutura de TI.

Já a virtualização, faz com que as aplicações possam ser provisionadas de modo muito mais ágil, otimizando a recuperação de dados em casos de interrupções nos sistemas.

Além disso, com o servidor configurado na nuvem, é possível hospedar diversas máquinas virtuais de forma simultânea.

Nesse artigo, nós te apresentamos a tecnologia de virtualização de servidores e desktops. No mundo dos negócios, é essencial inovar nos processos e buscar melhorias constantes.

Se você quer realizar a virtualização de servidores e desktops da sua empresa e adquirir todos os benefícios dessa solução, entre em contato com a equipe de atendimento da Brinov.

0 comentários

Mais artigos

Entenda o que é e como funciona o mobile learning

Entenda o que é e como funciona o mobile learning

Em um mundo em que os smartphones estão sendo cada vez mais utilizados, o mobile learning se apresenta como uma solução para o ensino, treinamento e capacitação à distância. Não há dúvida alguma de que os dispositivos móveis vieram para ficar. O uso desse aparelho é...

Qualidade de software: o que é e como avaliar

Qualidade de software: o que é e como avaliar

Avaliar a qualidade de software é um processo importante para garantir que o seu negócio entregue bons produtos ao público-alvo. Embora não seja algo tão simples de se fazer, é possível otimizar o processo com o direcionamento correto. Assim, uma das primeiras...