Benchmarking: o que é, como fazer e principais vantagens

A comparação faz parte do mundo dos negócios, que é basicamente um benchmarking. Através disso, é possível obter informações relevantes para a sua empresa e saber quais processos internos precisam ser melhorados. Nesse cenário, destacamos a importância de fazer o benchmarking. Independentemente do tamanho da companhia ou do segmento de atuação, essa estratégia é necessária […]

Benchmarking: o que é, como fazer e principais vantagens

A comparação faz parte do mundo dos negócios, que é basicamente um benchmarking. Através disso, é possível obter informações relevantes para a sua empresa e saber quais processos internos precisam ser melhorados.

Nesse cenário, destacamos a importância de fazer o benchmarking.

Independentemente do tamanho da companhia ou do segmento de atuação, essa estratégia é necessária para mapear o que os concorrentes estão fazendo. Desse modo, você e sua equipe poderão tomar decisões mais eficazes e identificar novas tendências.

Para entender mais sobre esse conceito, continue a leitura.

O que é benchmarking?

Benchmarking é um processo de estudo de concorrência, que analisa de forma profunda as estratégias, ações e serviços de empresas do mesmo setor.

Nessa tarefa de monitoramento do mercado, os principais objetivos são analisar, interpretar e avaliar as informações coletadas.

É importante lembrar que isso não se trata de um método aleatório para obter dados, mas sim, de um processo organizado e estruturado, que avalia os métodos de trabalho no mercado.

A partir dessa avaliação, o seu negócio pode utilizar as referências para pensar em ações mais eficazes, que conquistem o consumidor e aumentem a vantagem competitiva.

Para isso, é muito importante avaliar e mensurar os dados de forma correta.

Como fazer um benchmarking?

Tão importante quanto entender esse conceito, é saber como colocar o benchmark em prática.

Para fazer isso, além de planejamento e organização, é preciso seguir algumas etapas:

1. Estude a sua própria empresa

Identifique os processos e práticas que o negócio precisa melhorar.

É necessário analisar como está o envolvimento da equipe e se todos realmente sabem quais são as principais metas da empresa.

2. Selecione alguns concorrentes para monitorar

O ideal é selecionar no máximo três concorrentes para monitorar, para que assim, seja possível se organizar melhor.

Você também pode selecionar negócios de outro setor para obter ideias que vão além da sua área de atuação.

3. Estabeleça os indicadores de análise

Comece com a criação de uma tabela para comparar aspectos específicos de cada negócio com base nos critérios que você considera mais importantes.

Dessa forma, você terá uma visão geral e organizada do que cada empresa tem feito, o que vai ajudar no processo de análise e interpretação.

Por exemplo, você pode avaliar o alcance da marca e o engajamento nas redes sociais. Outras possibilidades de métricas são:

  • Velocidade de carregamento no site
  • Campanhas específicas
  • Eficiência das landing pages
  • Estratégias de marketing e comunicação

4. Obtenha os dados para análise

Os dados são ferramentas valiosas para o processo de benchmarking.

Contudo, não basta apenas ter informações – é preciso saber estruturá-las para uma análise e definir com elas serão utilizadas.

5. Compare e analise as informações coletadas

Depois de coletar os dados e informações, é necessário fazer uma análise completa para encontrar padrões.

Ou seja, identificar como os processos, ações e estratégias de outros negócios se diferem dos que são utilizados pela sua empresa.

Faça comparações, entenda as relações que você pode criar com a sua própria empresa e verifique o que é realmente relevante.

6. Implemente e monitore as melhorias

Com esses dados em mãos, o ideal é que você elabore um relatório com as conclusões obtidas, pontos importantes de melhoria e até mesmo, algumas ameaças.

Defina a forma como os métodos ágeis serão implementados. Além disso, lembre-se de que as ações realizadas deverão ser reavaliadas de forma contínua.

Obviamente, não é necessário fazer todo esse trabalho sozinho. A tecnologia pode ajudar e muito durante o processo.

As ferramentas tecnológicas, além de automatizarem tarefas, também ajudam no planejamento e organização de todo o trabalho.

Quais são as principais vantagens do benchmarking?

O mercado corporativo está se tornando cada vez mais concorrido. Por esse motivo, obter insights valiosos e conhecer novos métodos para operar determinados processos, são fatores essenciais para garantir a vantagem competitiva do seu negócio.

A sua empresa pode ser beneficiada de diversas maneiras com uma boa estratégia de benchmarking.

Confira, abaixo, algumas vantagens que esse processo pode trazer para o seu negócio:

Identificar tendências de mercado

O benchmarking é uma estratégia que ajuda a analisar a sua concorrência de forma eficiente e organizada.

A partir dessa compreensão, você consegue avaliar não somente alguns de seus principais concorrentes, mas também, identificar novas tendências, que serão muito úteis na hora de implementar ações de vendas.

Sendo assim, podemos dizer que fazer benchmarking é uma forma de identificar as principais tendências do mercado e processos aplicados na rotina de diferentes tipos de negócios.

Definir objetivos e prioridades

Definir prioridades é muito importante para manter a produtividade da equipe e a organização de processos.

O benchmarking permite a análise e verificação de seus erros em relação ao mercado de atuação.

Os dados coletados ampliam a visão de mercado. Consequentemente, fazem com que seja mais fácil definir objetivos e prioridades para a empresa.

Aprimorar a tomada de decisões estratégias

As decisões estratégicas afetam o funcionamento da empresa.

Por esse motivo, quando elas são tomadas sem um referencial externo, podem comprometer a gestão.

Esse erro, dependendo da situação, pode trazer graves prejuízos.

Quanto mais informações de mercado a sua empresa tiver, mais você estará por dentro das principais tendências e oportunidades. Consequentemente, mais assertiva e eficaz será a decisão.

Mais visibilidade sobre os processos internos

O benchmarking garante que você e a sua equipe tenham uma visão mais aprofundada do que está acontecendo dentro da sua empresa, isto é, nos processos internos.

Esse diagnóstico é muito importante para definir metas e identificar os pontos fortes e fracos.

Redução de custos

Saber como processos são gerenciados em outros negócios é uma forma de conhecer oportunidades de melhorias internas e novas ferramentas tecnológicas, que aumentam a eficiência operacional, diminuem a ocorrência de erros e melhoram a produtividade da equipe.

O uso da tecnologia em uma estratégia de benchmarking é essencial, já que as ferramentas certas otimizam e aceleram a execução do processo.

Se você quer trazer o melhor da tecnologia para a sua empresa, entre em contato com a Brinov.

Juntos, podemos encontrar as melhores ferramentas para o seu negócio, com base nas suas necessidades, objetivos e prioridades.

Quer adquirir uma solução de backup de SaaS e reforçar a segurança dos dados da sua empresa?

Falar com um consultor Seta
Esse artigo foi útil para você? Avalie!
Compartilhe
WhatsApp Linkedin Facebook Twitter

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos