SEO e Google: Compreender a relação entre ambos é fundamental para conseguir alcançar bons posicionamentos nesse mecanismo de busca, gerando tráfego e autoridade para seu website ou blog.

No post anterior sobre SEO, falamos sobre a definição, relevância e alguns conceitos importantes que permeiam esse conjunto de técnicas no Google. No artigo de hoje, veremos como funciona a relação entre SEO e Google, explicando o processo de busca do usuário e a definição do posicionamento nas páginas de busca

Ficou interessado? Continue acompanhando e boa leitura!

Entenda a relação entre SEO e Google

Compreender como o Google funciona para elaborar uma estratégia de Marketing Digital eficiente com SEO é fundamental quando se tem um negócio. Mas você sabe como acontece o processo de busca do próprio usuário na plataforma?  A resposta vem da psicologia.

A psique humana frente aos mecanismos de pesquisa vê a necessidade de suprir uma demanda, ou seja, um desejo determinado que pode se apresentar de várias maneiras. O usuário se depara com um local onde ele acredita que encontrará uma certa resposta para sua pergunta e então começa a busca.

Cabe às empresas entenderem essa necessidade do usuário e responderem da melhor maneira possível. As empresas devem investir na otimização dos seus sites (SEO) para que usuário encontre a sua resposta, e não de outra organização.

É necessário, então, se colocar na cabeça desses usuários para entender como fazem a busca nos mecanismos de pesquisa. E o primeiro passo para isso é saber a intenção de pesquisa, que necessidade os levou até ali.

Conhecer a intenção é primordial para atrair o público certo para seu website.

Veja os tipos de busca do usuário no Google. São 3:

1. Busca Navegacional

Essa busca é feita pelo usuário que já sabe o site que deseja ir, mas talvez não lembre a URL ou não esteja a fim de digitar. Ou seja, o usuário escreve a palavra chave que deseja encontrar.

Um exemplo seria o usuário escrever apenas “Brinov” no Google para nos encontrar e não a URL “ brinov.com”. O indivíduo já sabe o que está procurando.

2. Busca Informacional

Nessa, o usuário quer informação. E para isso pode se deparar com notícias ou artigos. Aqui, ele não sabe ainda onde quer chegar, ou seja, não conhece seu destino final.

O usuário irá usar os primeiros resultados orgânicos para encontrar a solução que deseja, sendo difícil identificar a intenção de pesquisa exata desse usuário.

Quando o indivíduo escreve apenas “consultoria de negócios” ele pode estar querendo ler artigos sobre, notícias ou indicação de uma empresa que preste tal serviço.  Por isso é importante ter um bom posicionamento no Google.

3. Busca Transacional

Esse tipo de busca é para fazer uma transação, ou seja, comprar um produto, contratar um serviço, encontrar uma empresa, ou outra transação qualquer.  

O usuário sabe o que deseja e pode escrever, “ contratar consultoria de negócios”. Essa pesquisa é muito valiosa para e-commerces.

Essas buscam irão determinar o que o usuário quer ver e o que ele verá primeiro. Interessante, não?

Veja como funciona o Google.

As pesquisas nesse mecanismo são baseadas no Google Bot.

Os robôs do Google agem como rastreadores. Eles examinam as páginas na internet, acessam cada link e identificam o que aquelas páginas oferecem, salvando tudo o que encontram nos servidores do Google.

Assim, todo o conteúdo se mantém organizado e segmentado para ofertar os melhores conteúdos para as buscas feitas pelos usuários sobre um determinado tema.

Pense em uma biblioteca. Quando procuramos por um livro sobre otimização para mecanismos de busca (SEO), por exemplo, não precisamos verificar todas as prateleiras para encontrar esse conteúdo. Recebemos orientação para olhar em um local específico onde estará exposto tudo sobre esse tema. Isso torna nossa busca mais fácil.

O mesmo acontece com os servidores do Google: organizam os conteúdos para ajudar o usuário, e assim, apresentam os sites mais relevantes e com o conteúdo mais completo para responder a intenção da busca.

Entendendo dessa forma, podemos ver a importância de traçar uma boa estratégia de SEO nos sites, pois isso acarreta no posicionamento dele no Google.

Como o Google lê um site

Apesar de alguns acreditarem, o Google não vê os websites da mesma forma que os usuários.

A visibilidade para os robôs dos mecanismos de buscas que leem o site é limitada a textos e códigos, não podendo fazer a leitura de Javascript e imagens. Por isso, o trabalho em cima de texto alternativo (alt text) para imagens é tão relevante.

Quando a descrição da figura é colocada, os robôs conseguem compreender o que é aquilo e podem caracterizá-la como conteúdo. Do contrário, eles visualizam como apenas um espaço vazio, ou seja, furos no site, e entendem que aquilo não é relevante para o usuário.  

Além do mais, um bom texto alternativo feito em imagens ajuda nas questões de SEO e rankeamento!

Como chegar ao topo das buscas no Google usando o SEO?

A ferramenta de SEO é imprescindível para a empresa que deseja as primeiras colocações nas páginas de busca do Google. Veja agora 5 fatores que vão otimizar sua posição.

1. Conteúdo de Valor

Esse fator é um dos fundamentos do SEO: Gerar conteúdo qualificados para os usuários. Deve-se produzir sobre o que os indivíduos estão buscando mais. É preciso estudar sobre as tendências para chegar naquilo que as pessoas gostariam de ver.

Pense nos assuntos mais vistos e incluía a otimização de SEO. Você notará a diferença no tráfego!

2. Velocidade no carregamento do site

Esse fator é amplamente falado pelo Google. O tempo que o seu site fica carregando influência diretamente na experiência que o usuário terá e também no seu posicionamento nas páginas de pesquisa. Verificar possíveis erros de carregamento pode contribuir para chegar ao topo.

3. Palavra-chave

A utilização da palavra-chave no início dos conteúdos é fundamental na otimização do website. Ainda mais no título!  Não se pode esquecer que o título é um dos fatores On Page, por isso a palavra chave ou keyword, deve ser inserida nele, e de preferência no início.

4. Responsividade

Essa palavra ficou famosa em 2015, quando o Google garantiu que as páginas “mobile-friendly” ou seja, amigáveis aos dispositivos móveis, ganhariam melhores posicionamentos nas pesquisas feitas pelos dispositivos móveis.

5. Navegabilidade

Quanto mais fácil for a navegação pelo usuário no seu website, mais ampla será a experiência dele. A facilidade no uso da página aumenta o tempo de permanência, a visualização e o tráfego, gerando uma menor taxa de rejeição.

Então, conseguiu compreender a dinâmica que ocorre entre o SEO e o Google?

Nesse post vimos o quanto essas ferramentas são importantes uma para outra e para as empresas que buscam maior performance no meio digital. Utilizar as otimizações de SEO no seu site irão impactar diretamente na captação de clientes e na geração de receita por meio do Google.

Entendeu a importância dessa relação, mas não sabe como aplicar no site da sua empresa?

A Brinov Consultoria pode te auxiliar com isso! Com um time de consultores especializados e prontos para te atender, conseguimos ampliar a performance digital da sua empresa e contribuir para seu crescimento.

Fale com um de nossos consultores e conheça nossos serviços de SEO. Oferecemos Diagnóstico de SEO, Otimização para o Google, Criação e Otimização de Blogs.