Google Ads: Entenda como funciona

Google Ads: Entenda como funciona

Google Ads: Conheça mais sobre essa ferramenta essencial do Google.

Na hora de captar clientes e ampliar a sua presença no mercado, certas ferramentas do Google são bastante úteis e podem fazer a diferença no seu negócio. E uma das mais usadas é o Google Adwords, hoje conhecido como Google Ads.

Devido ao seu alcance mundial, a plataforma de anúncios do Google consegue visibilidade e expansão, contribuindo para crescimento das marcas e para a criação de oportunidades de vendas.

Como sua empresa não deve (nem pode) ficar de fora dessa plataforma de oportunidade, nesse post você vai entender como funciona o Google Ads e como criar uma campanha online de maneira fácil.

Continue a leitura e confira!

O que é o Google Ads?

Google Ads é a plataforma de anúncios do Google. A primeira versão teve lançamento em 2000 e desde então ele influência todo o comércio de Mídia Online. Por meio do Google Ads é possível gerar anúncios de busca, Display, Gmail, Play Store e YouTube. Tudo pela mesma plataforma, não é fácil?

De modo geral, o Google Ads é uma ferramenta de publicidade on-line que apresenta anúncios em formato de links patrocinados assim que pessoa faz uma busca sobre determinado assunto. Os resultados encontrados a partir dessa pesquisa se baseiam em palavras-chave utilizadas nesse momento.

Isto é, na hora exata em que a busca é feita, o indivíduo receberá um anúncio de um serviço ou produto referente ao que ele está procurando. Para uma maior captação da atenção dos consumidores, esses anúncios são colocados em locais estratégicos da página, como no topo ou rodapé, por exemplo.

Além de área de busca, o Google Ads pode mostrar anúncios em formato de vídeos e banners em diferentes sites parceiros do Google.

Como o Google Ads funciona?

“Só preciso fazer o pagamento e apareço para todo mercado? ” Não, nem tudo é tão simples!

Um grande diferencial dessa ferramenta é que as empresas anunciantes têm a possibilidade de se destacarem para um público segmentado, ou seja, um público que tenha “fit” com seu negócio e uma audiência mais qualificada.

Afinal de contas, o que é mais interessante para uma rede de comida vegetariana: exibir sua campanha para 1 mil pessoas, sem saber ao certo sua base alimentar, ou para 500 pessoas fielmente vegetarianas?

Pois é! É assim que o Ads pensa. Baseado em cookies e nas palavras-chave, quem anuncia consegue determinar o local onde os anúncios serão apresentados.

A ferramenta funciona como um leilão. Os anunciantes ofertam dinheiro e em contrapartida eles ganham cliques. No entanto, diferentemente dos leilões de carros e gado, a maior oferte não é aquela que ganha, necessariamente.

Combinando fatores de qualidade e seu Ad Rank, o Google determina qual anúncio aparecerá primeiro. Isto é, não basta somente pagar o valor mais alto, é imprescindível que o anúncio esteja alinhado com as técnicas de SEO. A campanha precisa ser boa!

O Ad Rank é formado pelo Índice de Qualidade (IQ) x Lance (CPC máximo). Assim, mesmo que os lances dos outros forem maiores, seu anúncio tem a possibilidade de se destacar pelo IQ, caso seja maior.

Quais são as formas de anúncio?

Existem 4 principais formas de anúncios no Google Ads. São elas:

  • Anúncios na rede de pesquisa:

Os anúncios são mostrados nos resultados de busca para cada palavras-chave. Eles ficam destacados no início da SERP e com a legenda “Anúncio” para determinar que é um link patrocinado. Nesse tipo de anúncio, o anunciante só paga quando o indivíduo faz um clique no link para ter acesso ao site.

  • Anúncios em rede de display:

Esse tipo de campanha aparece em sites, páginas de notícias e blogs que, unidas, geram uma Rede de Display do Google. Podem ser encontradas em forma de Banner, Texto, Gmail.

  • Anúncios no YouTube:

Aparecem antes do início do vídeo ou durante a exibição. Esses anúncios tem a capacidade de selecionar o público certo baseado na idade, sexo, localidade e preferências. O anunciante só paga quando os usuários clicarem na campanha e se ele for pulado por eles antes de terminar os 30 segundos, não paga nada.

  • Anúncios em aplicativos:

Especialmente para quem tem um aplicativo e deseja ampliar a cobertura com o Google Ads. É possível promover seu empreendimento ou seu app para os usuários de iOS ou Android.

Como fazer um anúncio no Google Ads?

Agora que já sabe como funciona a plataforma, é hora de aprender a criar anúncios. Veja como:

Primeiro você deve acessar o site do Google Ads e fazer o seu cadastro. Caso já tenha conta no Google, apenas informe seu login e senha.

Quando chegar ao painel do Ads, você criará seu anúncio. Basta ir na aba “Campanhas”, clicar no círculo azul com o sinal de adição (+) e selecionar “Nova Campanha”.

Nesse momento você selecionará o tipo da sua campanha, ou seja, sua estratégia. Terá as opções listadas nesse post, como Rede de Pesquisa ou de Display, YouTube Ads.

Depois você fará a configuração da campanha, preenchendo as solicitações da plataforma, e em seguira conferirá a parte visual do anúncio. Você poderá definir que informações terá no anúncio.

No final, não deixe de revisar a campanha. Simples, não?

Conclusão

O Google Ads é uma ferramenta incrível criada para e trazer mais visitantes para o seu site, por meio de links patrocinados. Para sua empresa obter uma estratégia de Marketing Digital completa, deve-se considerar essa plataforma como meio de captação de clientes.

Se ainda está começando, saiba que esse é um universo grande. No começo, você pode ter dificuldades e cometer alguns erros, mas com a ajuda certa, perceberá que o Google AdWords deverá sempre fazer parte da sua estratégia de Marketing Digital.

Para que uma campanha alcance os resultados esperados é necessário que a sua empresa conte com o suporte de especialistas em Marketing Digital.

Então, se você deseja alcançar os melhores resultados com suas campanhas de Google AdWords, fale com a Brinov.

A Brinov é uma empresa de consultoria que oferece serviços de Pesquisa de Mercado, Criação de Campanhas, Otimização de Google ADS e Gestão do Google ADS da sua empresa.

Entre em contato com nossos consultores e conheça as melhores soluções para o seu negócio. 

Como encontrar a Computação em Nuvem ideal?

Como encontrar a Computação em Nuvem ideal?

Encontrar um parceiro ideal de Computação em Nuvem é uma tarefa difícil para quem não tem uma empresa especialista nessa busca. Isso porque existe uma variedade de fornecedores no mercado, com diferentes vantagens e desvantagens para o consumidor.

Ter uma empresa que entenda as dores e as demandas da sua empresa, bem como o seu orçamento, é essencial para fazer uma compra inteligente e lucrativa.

A Brinov, como uma empresa de consultoria focada em negócios e tecnologia, conta com um time de consultores especializados que te ajudam a selecionar a melhor solução em nuvem para a sua organização.

Saiba também: Entenda o que é e para que serve a Cloud Computing.

Uma solução de backup profissional em nuvem oferece mais suporte e segurança para a sua empresa do que as tecnologias utilizadas em backup local, que já não garantem processos tão bem estruturados.

Se você chegou até aqui, é porque precisa de auxílio para escolher um fornecedor de Computação em Nuvem. Então, agora é hora de ver alguns conselhos:

Acompanhe:

Encontre o melhor parceiro de computação em nuvem.

Hoje, vê-se no mercado uma variedade de fornecedores de computação em nuvem,  mas nem todos atendem as necessidades e demandas da sua corporação. Antes de tomar a decisão final é preciso analisar alguns pontos importantes para ver se realmente as opções são válidas.

Pesquisa

Parece óbvio, mas na pressa, muitas empresas acabam não se atentando a esta questão. Assim como você tem cuidado para contratar um funcionário, é preciso também fazer uma análise do parceiro que irá escolher para oferecer este serviço.

O ideal é que você tenha um parceiro que siga a norma NBR ISO/IEC 17799 da ABNT, que garante a segurança das suas informações e dá diretrizes específicas para a proteção de dados.

Faça uma análise completa e pesquise informações como estabilidade financeira, infraestrutura, clientes atendidos, o que cada uma delas pode te oferecer etc.

Com um time de consultores e tecnologia, fica muito mais fácil escolher o parceiro de nuvem ideal. Conversar com quem já foi atendido por elas e perguntar sobre a experiência dele durante a prestação de serviços, é um bom caminho.

Suporte e SLA para Nuvem

Lembra quando falamos sobre infraestrutura? Então, você precisa entender como o parceiro que você escolheu administra os níveis de backup, as tecnologias utilizadas por ele, como é efetivada a recuperação de dados e se ele consegue realizar cópias automáticas em unidades locais ou remotas.

É preciso saber também onde ficarão os dados de backup da sua empresa. A localização geográfica interfere em questões como legislação e políticas locais, análise de riscos (como catástrofes naturais que podem acometer o fornecedor), etc. É importante estabelecer um contrato flexível, onde o fornecedor te ofereça a possibilidade de migração do backup, tanto física quanto de nuvem, como AWS e Microsoft.

O objetivo do backup em nuvem é oferecer estrutura e segurança para que a sua empresa possa crescer, para isso é preciso que seu parceiro ofereça infraestrutura e profissionais especializados.

Tecnologia e Segurança

Pesquise se o fornecedor de backup em nuvem possui um serviço automatizado de suporte e atualização, esse diferencial reduz a incidência de erros humanos. Confira se ele conta com itens como automação e questione sobre as configurações de segurança, criptografia de chave pessoal e se ele utiliza dados criptografados durante a transferência de informações.

A Brinov Consultoria sabe que a jornada para a nuvem envolve uma série de fatores que determinam seu estágio atual de adoção da nuvem. Nosso time de consultores analisa sua infraestrutura, suas dores e seus objetivos para te ajudar a dar os próximos passos.

Veja abaixo como a Brinov Consultoria te ajuda a encontrar o parceiro de nuvem ideal e de forma descomplicada.

Confira nossos serviços para Cloud:

Benchmark Cloud

Com o Benchmark Cloud você fica por dentro das melhores práticas em Cloud do mercado e consegue obter um crescimento acelerado.

Alguns dos benefícios são:

  1. Comparação dos mecanismos.
  2. Analise da performance
  3. Conhecimento do desempenho
  4. Escolha das melhores empresas fornecedoras de cloud para o negócio
  5. Otimização dos processos.

Avaliação Cloud

Com a avaliação Cloud é possível escolher o parceiro de cloud ideal a partir de 3 etapas de avaliação:

  1. Análise de Requisitos: Investigação das dores, requisitos técnicos, riscos e entendimento dos benefícios esperados.
  2. Seleção de Players: Seleção de três empresas de acordo com a expertise da Brinov e solicitação do envio de propostas específicas para o seu projeto.
  3. Apresentação: Apresentação presencial ou via web meeting dos players que forem selecionados com o projeto e propostas.

Migração Cloud

Conte com as melhores empresas de Cloud Computing do mercado, para que você possa avaliar qual melhor atende às necessidades e orçamento do seu projeto.

  1. Encontre um fornecedor de Cloud ideal
  2. Faça a migração dos seus dados para a nuvem
  3. Não tenha surpresas desagradáveis

“Até 2020, empresas que não utilizam computação em Nuvem serão tão raras quanto as que hoje não utilizam Internet. ”  Gartner, Inc – Líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia.  

Creio que esteja perguntando : Mas como posso iniciar essa pesquisa de fornecedores se há tantos no mercado?

Sim, é difícil! Por isso você pode contar com a Brinov Consultoria.

A Brinov sabe da importância da Computação em Nuvem e está apta para te ajudar a encontrar a melhor para o seu negócio.

Conheça mais sobre nossos serviços falando com um consultor.

Tecnologia da Informação: Como usar nos negócios?

Tecnologia da Informação: Como usar nos negócios?

O mercado está cada vez mais exigente, e por isso, é preciso investir em diferenciais para garantir o sucesso do seu negócio. A TI, ou Tecnologia da Informação, é um fator que traz uma série de vantagens, pois ela otimiza uma variedade de processos essenciais.

Quem escolhe investir na automatização garante um espaço considerável no mercado e uma boa imagem para a instituição. Pensando nas dúvidas que ouvimos de nossos clientes, preparamos este post você entender os benefícios da Tecnologia da Informação nas empresas. Veja!

Como a TI pode otimizar meu negócio?

Aumento da comunicação entre as equipes

A tecnologia permite que a sua equipe tenha mais canais de compartilhamento de dados devido a conectividade. Os profissionais podem utilizar chats, bate-papos, e-mails, redes sociais corporativas e softwares especializados. Isso otimiza a rotina da empresa, porque além de agilizar os projetos, acelera a comunicação.

Assim, o time pode trocar informações em tempo real, com mais facilidade. Esses fatores contribuem para que os colaboradores tenham mais eficiência nos processos. O atendimento ao cliente e o contato com fornecedores e stakeholders é beneficiado com uma comunicação mais ágil.

Otimização dos fluxos de processos

Com o uso da Tecnologia da Informação, os processos podem ser melhorados na empresa, de forma a serem realizados com muito mais fluidez. Você pode levar os procedimentos ao nível máximo de qualidade com o apoio dos recursos tecnológicos. Isso acontece porque essas ferramentas oferecem uma ampla variedade de alternativas facilitadoras para a execução das atividades.

Pense na realização das tarefas por meios manuais. A equipe gasta muito tempo com impressões, composição de quadros de apresentação, procura por documentos e organização de folhas. Além disso, não é possível fazer a edição simultânea de documentos. A chance de perder informações é alta e sua equipe acaba tendo menos efetividade no cotidiano.

Ampliação da acessibilidade das informações

O acesso aos documentos impressos fica muito limitado, dependendo da realização de cópias de folhas e impressões. Com as novas tecnologias, os registros podem ser compartilhados na nuvem e acessados por meio de qualquer dispositivo móvel ou computador. Isso otimiza o cotidiano dos negócios, facilitando a realização de reuniões, a consulta de informações durante alguma venda ou o diálogo com fornecedores, por exemplo.

Cada profissional pode utilizar e editar os documentos compartilhados pela companhia, de uma forma simples e efetiva, contribuindo para que a rotina do empreendimento tenha mais eficiência. Os trabalhos em equipe se tornam muito mais fáceis, pois há canais de comunicação que garantem que os materiais estejam ao alcance de todos os participantes do projeto.

Por que implantar a Tecnologia da Informação no meu negócio?

Maior segurança de dados

Sem a tecnologia, a empresa corre o risco de perder muitas informações se ela não mantiver uma organização rigorosa dos papéis. Mesmo sistematizando bem todos os documentos, a qualquer momento uma folha pode sumir ou se misturar a outros arquivos. Registros sigilosos também ficam pouco protegidos, pois os documentos podem ser interceptados.

Ao contar com os recursos informatizados, sua empresa tem acesso ao Cloud Computing, uma ferramenta que permite o compartilhamento de dados de forma segura. Assim, o empreendimento pode enviar informações por um canal virtual protegido da invasão de agentes maliciosos ou hackers.

Saiba também: O que é e pra que serve a Cloud Computing?

Além disso, os documentos podem ser protegidos com senhas e armazenados em grande volume em plataformas seguras, que evitam perdas de registros. As telecomunicações permitem a realização de cópias de segurança para que, mesmo que o computador tenha algum defeito, você possa manter os seus registros intactos.

Redução de custos

Uma grande vantagem da tecnologia é a redução dos custos para o desempenho das atividades. Nos processos manuais, você tem muitos gastos com impressões, papel, correio e telefonia. Ao adotar os sistemas informatizados, os documentos podem ser enviados por e-mail, compartilhados por redes sociais corporativas e visualizados pelos dispositivos eletrônicos dos próprios colaboradores.

Não será necessário investir recursos no transporte de envelopes e grandes remessas de arquivos e nem haverá trabalho com a realização de cópias dos documentos. A equipe vai ter também canais de compartilhamento de informação mais baratos do que o telefone, o que garante mais economia para o dia a dia da empresa.

Além disso, a corporação consegue muito mais facilidade para manter o trabalho remoto e para ter contato com investidores e stakeholders a distância. Ela poupa recursos com viagens e pode se comunicar com pessoas que estão geograficamente distantes com muito mais efetividade e por um custo mínimo. Para isso, basta utilizar videoconferências e canais para o envio de mensagens.

Maior eficiência nas operações

As tarefas operacionais podem ser desempenhadas de uma forma mais inteligente. O orçamento fica menor, menos profissionais são envolvidos em cada demanda, o uso dos recursos pode ser otimizado e você poupa cada vez mais tempo no cumprimento de uma tarefa. Esses benefícios são acessíveis para quem sabe como gerenciar o uso da tecnologia no negócio.

Os recursos informatizados são excelentes para promover a eficiência na empresa, pois processam um grande volume de dados em um tempo mínimo. As tecnologias facilitam a organização dos documentos, disponibilizam um amplo campo de ferramentas diferenciadas para o desenvolvimento das tarefas e dão mais autonomia para o colaborador.

Com isso, a equipe pode realizar mais tarefas em menos tempo, cumprir melhor os prazos e oferecer um melhor atendimento ao cliente. Nesse contexto, a eficiência operacional propicia mais motivação para a equipe e promove uma imagem positiva da corporação.

Para garantir que a sua organização tenha um bom desempenho no mercado, investir em tecnologias é fundamental. Os recursos informatizados permitem à sua organização desenvolver mais produtividade, por meio da facilitação do contato entre equipes, a otimização dos fluxos de trabalho e pela facilidade de acesso às informações.

Com isso, é possível ter uma melhora considerável na eficiência das atividades. A tecnologia nas empresas garante que o seu empreendimento possa manter os dados mais seguros, além de trazer mais velocidade e a redução de custos.

Agora que você já sabe quais as vantagens da Tecnologia da Informação, o que acha de conhecer mais sobre o assunto? A Brinov Consultoria oferece serviços de consultoria que te ajudam a implementar as melhores soluções para o seu negócio. Fale com um consultor.

Cloud Computing: O que é e para que serve?

Cloud Computing: O que é e para que serve?

Cloud Computing ou computação em nuvem, é a tecnologia que permite o uso online de recursos da computação, tendo a internet como meio de funcionamento.

Não conhece? Neste artigo você descobrirá tudo o que precisa saber sobre Cloud Computing, a nuvem da Internet. Continue lendo esse artigo!

O que é Cloud Computing?

Cloud Computing é uma solução de TI que usa a conectividade e a grande abrangência da Internet para hospedar diferentes recursos, programas e dados. Dessa maneira, a computação em nuvem possibilita que o usuário acesse esses recursos por meio de computadores, tablets ou celulares.

Com essa ferramenta, é possível editar documentos, armazenar informações, compartilhar e editar dados de maneira remota, sem a necessidade de downloads, apenas de tais dispositivos conectados à internet e um navegador.

E mais, sem a obrigação de conectar-se a um servidor local ou computador pessoal.

Ainda não entendeu muito bem?

Vamos a um exemplo prático:

Quando você edita um documento no Google Docs ou assiste a um filme na Netflix, você está se utilizando da computação em nuvem.

Os serviços que não pedem instalação ou download, são serviços online possibilitados pelo Cloud Computing, onde você só irá precisar de um navegador e internet.

Para que serve a Cloud Computing?

A computação em nuvem surge como forma de democratizar as informações e facilitar as operações de quem utiliza as ferramentas tecnológicas diariamente.

Pense em todos os downloads, hardwares, sistemas operacionais e softwares que tínhamos que usar para conseguir realizar alguma tarefa. Eram muitos, não é mesmo?

Por isso, a cloud Computing trouxe vários benefícios. Veja alguns deles:

  • Eliminação dos gastos com compras de hardware e software, instalação e manutenção;
  • Armazenamento de dados online
  • Economia de espaço
  • Concentração de informações
  • Integração do trabalho da equipe com o acesso remoto as informações
  • Maior segurança no armazenamento
  • Realização de backups

Confira como o Big Data por ajudar o Marketing Digital

Diante dessas vantagens, a computação em nuvem se tornou a ferramenta preferida das empresas e dos usuários. E não à toa, a maior parte das coisas que consumimos hoje na Internet, como as redes sociais, o armazenamento de arquivos, streaming de vídeo e música, são de aplicativos ou serviços hospedados na nuvem.

Como funciona ?  

A solução usa um servidor remoto para integrar os dispositivos dos usuários a recursos centralizados. Um servidor remoto armazena os dados e programas usados por você em qualquer lugar do mundo, podendo ser acessado online.

Existem 3 tipos de computação em nuvem: o público, o privado e o híbrido. A escolha irá depender de fatores como custo, disponibilidade, desempenho e expectativas. E claro, se você é empresa ou pessoa física.

Nuvem pública

Recursos computacionais, como servidores e armazenamento, fornecidos por terceiros e disponíveis para qualquer pessoa ou empresa que deseja contratá-los.

Nesse formato, o cliente é responsável pelo o que será colocado na nuvem, seja um backup, um aplicativo ou alguns arquivos, enquanto o provedor de nuvem está preocupado com a manutenção, segurança e o gerenciamento dos recursos.

Na nuvem pública, tudo está disponível na web e compartilhado entre diferentes usuários que o usam simultaneamente, mas de forma separada e padronizada.

Essa nuvem é a indicada para empresas que querem economizar em investimentos, por oferecer soluções unificadas.

Nuvem privada

Nesse modelo, a empresa mantém a infraestrutura da nuvem em seu domínio interno e oferece acesso apenas a usuários selecionados, como funcionários e parceiros, por exemplo.

A nuvem privada oferece a possibilidade de personalizar funções e suporte às demandas, sendo usada por empresas que devem seguir regulamentos e regras para segurança e privacidade de dados.

Nuvem híbrida

A nuvem híbrida, à união das duas anteriores, isto é, permite compartilhar informações e aplicativos entre os dois tipos de nuvem citados.

Assim, a escolha irá depender de cada necessidade e estratégia do negócio.  

Quais os serviços da Cloud Computing?

Hoje ela oferece 3 modelos de serviço: Confira quais são:

SaaS (Software as a Service/Software como serviço)

O SaaS permite que você acesse o software sem comprar sua licença, utilizando-o gratuitamente na nuvem, mas com recursos limitados.

Há planos de pagamento com a cobrança de uma taxa fixa, com um valor que varia de acordo com o recurso.

Nesse modelo, a empresa acessa o software pela Internet, sem se preocupar com a instalação, configuração e licenças.

PaaS (Platform as a Service/Plataforma como serviço)

Neste modelo é contratado um ambiente completo de desenvolvimento on demand, onde é possível criar, transformar e otimizar softwares e aplicativos.

O PaaS inclui sistemas operacionais, ferramentas de desenvolvimento, sistemas de gerenciamento de bancos de dados, serviços de Business Intelligence e outros recursos. Além de contar com toda a infraestrutura necessária para executar aplicações Web ou móveis.

IaaS (Infrastructure as a Service/Infraestrutura como serviço)

No IaaS, os recursos de infraestrutura são alugados, como servidores, routers, racks, datacenters, hardware e outras ferramentas que permitem a transmissão e o armazenamento de dados.

Dependendo do provedor e do modelo, a empresa pode precisar pagar pelo número de servidores ​​e pela quantidade de dados armazenados. Sua vantagem é que só é usado o que for demandado pela empresa, pagando apenas por isso.

Agora que já entendeu o conceito de Cloud Computing, a Brinov Consultoria está apta para te ajudar a pensar sobre as necessidades do seu negócio e decidir qual serviço de cloud merece o seu investimento.  

Fale com um consultor da Brinov Consultoria e gere maiores resultados financeiros.